Migração para SOUL MV resulta em superação de meta nos hospitais Leforte

Com adoção da nova plataforma, processos mais assertivos e seguros também geram outros ganhos

A parceria entre a MV e os hospitais Leforte, localizados em São Paulo-SP, existe há cerca de 10 anos e essa relação se tornou ainda mais sólida em maio de 2017, quando, após um mês de uso do SOUL MV, a instituição alcançou resultados superiores ao que havia planejado. 

Com o objetivo de promover nas unidades de Saúde um upgrade tecnológico, o Leforte, que já utilizava soluções MV nas áreas assistenciais e administrativas das instituições, realizou a migração para a plataforma e entre os primeiros resultados registrados está a superação da meta de faturamento mensal da instituição. 

Ao otimizar a identificação de procedimentos glosados, facilitar a conciliação de extratos de convênios e recuperação de receita de contas rejeitadas indevidamente, reduzir o tempo de fechamento de contas, contribuir para a maior interação entre as áreas que fazem parte do ciclo de receita e também fornecer outros controles automáticos que evitam perdas financeiras, o SOUL MV contribuiu para a realização de processos mais assertivos e seguros. Segundo a gerente de Faturamento do Leforte, Camila Maskovic, “a nova tecnologia aliada à mudança de alguns procedimentos internos permitiu que a meta fosse superada em 5%”. Esse era um resultado previsto apenas para o mês de julho – três meses após a implantação da plataforma. 

Para o CEO do Grupo Leforte, Rodrigo Lopes, citar apenas os ganhos financeiros é pouco. “A sinergia, a economia de recursos e o ganho de escala é graças ao sistema. A rastreabilidade de um medicamento por dispositivo mobile, por exemplo, permite uma qualidade assistencial única aos pacientes. Além disso, o sistema garante um controle de estoque preciso à instituição. Com o SOUL MV, ganhamos em processo, otimização, velocidade e, consequentemente, resultados financeiros positivos.” 

Ainda de acordo com o CEO, tecnologia, desenvolvimento e qualidade assistencial precisam estar integrados, buscando sempre o melhor para as instituições e os pacientes. “Com tecnologia estruturada, é possível ter informação, dados e indicadores que permitem, além de uma gestão inteligente, ter visão de negócio para projetar melhor o futuro.” 

Com esse ideal, os hospitais Leforte caminham para a adoção da operação na nuvem, ou seja, hospitais digitais e paperless. 

Tudo que aconteceu foi muito melhor do que tínhamos planejado. O preparo estratégico bem intenso que tivemos antes permitiu que na mudança para o SOUL MV não ocorressem traumas, danos ou perdas de receita.

Rodrigo Lopes CEO dos hospitais Leforte 

BAIXAR CASE
;