Assine nossa Newsletter e fique por dentro de tudo sobre TI e saúde

Fechar

Cadastro realizado com sucesso.

Fechar

Este não é um endereço de e-mail válido. Verifique o preenchimento dos campos e tente novamente.

Fechar
12 / Maio / 2015

Como reinventar a saúde com apoio de soluções de gestão hospitalar

Por Paulo Magnus*

As Santas Casas e os hospitais beneficentes do Brasil são considerados peças-chaves no Sistema Único de Saúde (SUS). No entanto, o déficit bilionário que há anos faz parte da realidade dessas instituições em todo o País fez surgir uma crise que já é considerada a pior da história. Agravada diariamente, a situação é reflexo de desequilíbrios nas contas provocados por inúmeros fatores. O dilema do reajuste da tabela do SUS, os cortes de recursos e atrasos nos repasses governamentais, as crescentes dívidas com bancos, os compromissos com fornecedores e colaboradores e o desafio de oferecer assistência médica de qualidade com recursos reduzidos são os principais exemplos. Porém, não se pode esquecer que, atuando com necessidades básicas suprimidas, planejamentos de gestão ficam em segundo plano, o que intensifica ainda mais as más condições desses hospitais.

Com cases de sucesso em diversos tipos e portes de unidades de saúde, a MV oferece um conjunto de soluções que contribuem para uma visão completa e integrada dos processos clínicos, administrativos, financeiros, operacionais e estratégicos. Englobando desde o agendamento de uma simples consulta até a utilização do Prontuário Eletrônico do Paciente e de ferramentas estratégicas, como o Business Intelligence (BI) e o Balanced Scorecard (BSC), as soluções que fazem parte do SOUL MV, mais completa plataforma de gestão em saúde, trazem benefícios que resultam em redução de custos na assistência e aumento da qualidade e da assertividade no atendimento ao paciente.

Padronização de processos; integração e fluxo de dados entre setores; eficiência na gestão de contas médicas; gerenciamento de compra, distribuição e consumo de materiais, medicamentos e OPMEs; monitoramento de indicadores de desempenho; e controle de estoque são apenas alguns benefícios alcançados com a informatização da saúde. Considerando especificamente a gestão financeira, principal problema enfrentado pelos administradores de Santas Casas e hospitais beneficentes, as soluções do SOUL MV permitem apurar custos e resultados com precisão, detectar desperdícios, corrigir procedimentos e evitar perda de receita. Além disso, possibilitam classificar as contas quanto ao fornecedor e ao tipo de despesa, controlar as contas a receber geradas pelo fechamento de remessas no faturamento e acompanhar as contas bancárias do hospital com segurança e eficiência.

Avaliando que, com maior poder financeiro, as instituições de saúde filantrópicas e beneficentes terão condições de adotar soluções que diminuam custos operacionais, beneficiem os pacientes e contribuam para o crescimento, a MV, maior parceira desse setor, participou do 24º Congresso de Presidentes, Provedores, Diretores e Administradores Hospitalares de Santas Casas e Hospitais Beneficentes do Estado de São Paulo onde apresentou soluções e cases de sucesso em Santas Casas. 


*Paulo Magnus é presidente da MV e do Conselho Administrativo da Federação das Santas Casas e Hospitais Beneficentes do Estado de Pernambuco.